segunda-feira, novembro 26, 2007

Nada como um bom derby

Independentemente das considerações e motivações de cada um, a rivalidade entre Miguel Sousa Tavares e Vasco Plulido Valente (que ameaça tornar-se num clássico moderno), está a fazer maravilhas pela literatura portuguesa. País que se preze culturalmente tem que ter este tipo de luta de galos.

Eu tenho o meu partido, mas isso não interessa. Derby é derby e, com a sua total falta de vocação, talento e habilidade, a Isabel Pires de Lima até ficaria bem agradecer. Um pouco de chuva, mesmo que "materialmente" irrelevante, pode ter óptimos resultados no deserto .

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

caros amigos:
é só para dizer que regressei às minhas actividades blogueiras e proponho uma troca de links
cronicasdorochedo.blogspot.com
Um abraço
Carlos barbosa de Oliveira

Seguidores

Arquivo do blogue